Slide backgroundSlide thumbnail
Slide background
2021Casamentos OrientaçõesI NormasI Esclarecimentos
Espaço do Evento Orientações 2021

Espaço do Evento Orientações 2021

Artigo 8.º Certificado ou teste para acesso a estabelecimentos 1 — Para efeitos da presente resolução, em matéria de certificado ou teste, é aceite: a) A apresentação de Certificado Digital COVID da UE admitido nos termos do Decreto -Lei n.º 54 -A/2021, de 25 de junho, sendo equivalente à apresentação de teste com resultado negativo; b) Em matéria de testagem: i) A realização laboratorial de teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN) nas 72 horas anteriores à sua apresentação; ii) A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), verificado por entidade certificada, nas 48 horas anteriores à sua apresentação; iii) A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), na modalidade de autoteste, nas 24 horas anteriores à sua apresentação, na presença de um profissional de saúde ou da área farmacêutica que certifique a realização do mesmo e o respetivo resultado; iv) A realização de teste rápido de antigénio (TRAg), na modalidade de autoteste, no momento, à porta do estabelecimento ou do espaço cuja frequência se pretende, com a supervisão dos responsáveis pelos mesmos. 2 — O disposto no presente artigo não prejudica o direito à proteção de dados pessoais, sendo expressamente proibido o registo ou a conservação de dados pessoais associados ao Certificado Digital COVID da UE ou a resultados de testes, incluindo comprovativos da sua realização, associados à identidade da pessoa, salvo com expressa autorização da mesma, devendo a consulta de dados pessoais para efeitos de verificação do cumprimento do disposto no presente artigo limitar -se ao estritamente necessário. 
2021 Corte do Bolo de Noivos

2021 Corte do Bolo de Noivos

Durante o corte do bolo só devem estar nas proximidades os familiares diretos e os padrinhos dos noivos; b) O corte do bolo deverá ser realizado num espaço exterior, numa mesa em que somente estarão os noivos, mantendo a distância de 2 metros até à primeira fila de convidados; c) Os convidados deverão ser colocados em meias luas e orientados para os sítios onde deverão se posicionar, salvaguardando sempre o distanciamento social.
As decorações deverão ser elaboradas com materiais comestíveis e/ou que possam entrar em contacto com alimentos; d) O corte, recheio e cobertura dos bolos deverá ser efetuado utilizando utensílios limpos; e) Durante a decoração e sempre que necessário dever-se-á proceder à lavagem das mãos;  4. Recomendam-se as seguintes boas práticas no corte do bolo.
2021 Decoração - Centros de Mesa

2021 Decoração - Centros de Mesa

 As composições florais/elementos decorativos devem estar no centro da mesa, não tocando no serviço de pratos, copos e talheres que lá se coloquem. 5. Todo o material decorativo não floral deverá ser desinfetado sempre que for usado para um evento e antes da sua colocação no centro da mesa; 6. Permitir a colocação de elementos decorativos no centro das mesas, e demais locais da festa, tentando sempre que os mesmos estejam a uma distância que não possam ser manuseados; 7. Recomenda-se que as mesas de convidados deverão apresentar entre 1,80m a 2,10 de diâmetro, ficando até 50cm de espaço livre central para a decoração
Lembranças

Lembranças

Lembranças: 1. A distribuição de lembranças nos eventos a qual constitui uma tradição como forma de agradecimento aos convidados presentes deverá ser levada a cabo, segundo as seguintes orientações: a) Deverão ser os próprios noivos, uma dama de honor, ou até mesmo um coordenador de eventos a proceder à entrega das lembranças a cada família, para evitar o toque generalizado; b) As lembranças deverão ser colocadas num cesto ou mesa, numa zona de acesso à sala, em que não exista circulação de pessoas.
2021 Decoração - Centros de Mesa

2021 Decoração - Centros de Mesa

 As composições florais/elementos decorativos devem estar no centro da mesa, não tocando no serviço de pratos, copos e talheres que lá se coloquem. 5. Todo o material decorativo não floral deverá ser desinfetado sempre que for usado para um evento e antes da sua colocação no centro da mesa; 6. Permitir a colocação de elementos decorativos no centro das mesas, e demais locais da festa, tentando sempre que os mesmos estejam a uma distância que não possam ser manuseados; 7. Recomenda-se que as mesas de convidados deverão apresentar entre 1,80m a 2,10 de diâmetro, ficando até 50cm de espaço livre central para a decoração
Espaço do Evento Orientações 2021

Espaço do Evento Orientações 2021

Espaço do evento:  A sala deverá ser preparada e fechada até a chegada dos convidados, evitando-se a circulação de pessoas estranhas ao serviço, dando cumprimento à limpeza e desinfeção da mesma. Salienta-se ainda a importância de: a) Assegurar uma boa ventilação e renovação frequente de ar nas áreas do restaurante, através, por exemplo, da abertura de portas e janelas; b) Colocar solução antisséptica de base alcoólica (70.º) à entrada do local da festa e incentivar o seu uso; c) Disponibilizar os produtos de higiene recomendados, nomeadamente sabão, solução de base alcoólica e toalhetes descartáveis; d) Afixar nas instalações sanitárias o folheto da Autoridade de Saúde sobre a lavagem das mãos, bem como sobre a etiqueta respiratória; e) Assegurar, sempre que possível, que os lavatórios se encontrem acessíveis, sem necessidade de manipular portas; f) Garantir o uso de máscaras e luvas por parte dos funcionários em funções no espaço do evento, as quais são obrigatórias; g) Recomendar a utilização da máscara por parte dos promotores e convidados; h) Garantir que a circulação de pessoas no local da festa obedeça ao distanciamento aconselhável dos 2 metros; i) Privilegiar um espaço arejado e exterior para o momento de cocktail/receção dos convidados, respeitando sempre o distanciamento social; j) Assegurar que durante o cocktail, o serviço de canapés e bebidas seja realizado em bandeja, evitando que as pessoas se dirijam ao bar, mesa ou balcão para se servir e provocar aglomerados de convidados não coabitantes; k) Evitar a circulação aleatória de pessoas pelo espaço, sinalizando quais os percursos mais adequados; l) Garantir que a circulação de pessoas para as instalações sanitárias ocorra em circuitos onde seja possível manter a distância adequada entre as pessoas que circulam e as que estão sentadas nas mesas; m) Organizar a sala, de forma a permitir a distribuição das mesas, incluindo as mesas de grupos de 6, 8, 10 ou 12 pessoas coabitantes e o distanciamento de 2 metro por mesa; n) Garantir que a disposição das mesas e das cadeiras no espaço onde irá decorrer a festa permita uma distância de, pelo menos, 2 metros entre todas as pessoas, com exceção das mesas cujos ocupantes sejam pessoas que coabitam; Assegurar que a palamenta do evento será lavada acima de 80 graus e a posteriori limpa e polida antes de colocada na mesa, seguindo as seguintes regras: i) Os colaboradores devem usar máscara de proteção e lavar frequentemente as mãos com água e sabão; ii) Os pratos, copos, talheres e guardanapos, devem, depois de lavados, ser guardados em local fechado devidamente protegido e de acesso exclusivo aos colaboradores; iii) Os pratos, copos, talheres e outros utensílios devem ser colocados nas mesas na presença do cliente que os vai utilizar, assegurando-se a sua higienização e acondicionamento. q) Evitar o serviço de Buffet, contudo se este for realizado deverá ser operacionalizado por vários colaboradores equipados com máscaras e luvas, que servem os clientes, assegurando os procedimentos de segurança no manuseamento dos utensílios e a proteção dos clientes e dos próprios garantindo sempre o distanciamento social. r) Assegurar que as pistas de dança sejam suficientemente espaçosas de modo a manter o distanciamento aconselhável entre as pessoas, devendo estar indicado o número máximo de pessoas que podem ocupar este espaço em simultâneo privelegiar animção no espaço exterior.
Vasco Soares

Capacidade Quinta do Gestal 320 convidados

25 % - 80 convidados

50% - 160 convidados

75% - 240 convidados

Em conformidade com as diretrizes da DGS no distanciamento das mesas equivalente ao máximo de 17 mesas incluído a mesa presidencial salão principal

Capacidade Quinta do Castelo  160 convidados

25 % - 40 convidados

50% - 80 convidados

75% - 120 convidados

Em conformidade com as diretrizes da DGS no distanciamento das mesas equivalente ao máximo de 11 mesas incluído a mesa presidencial no Piso 1.



Artigo 16.º Restauração e similares

2 — O funcionamento de estabelecimentos de restauração e similares também é permitido caso se verifiquem as seguintes condições: a) A observância das instruções especificamente elaboradas para o efeito pela DGS, bem como das regras e instruções previstas no presente regime; b) Não seja admitida a permanência de grupos superiores a 6 pessoas no interior ou a 10 pessoas nos espaços ou serviços de esplanadas abertas, salvo, em ambos os casos, se todas forem pertencentes ao mesmo agregado familiar que coabite; c) O cumprimento dos horários referidos no n.º 2 do artigo 13.º;

2021 Fotografia & Video

2021 Fotografia & Video

Fotografia/Vídeo: 1. Todo o material fotográfico deverá ser desinfetado antes do evento. 2. Os fotógrafos deverão fazer-se acompanhar de solução antisséptica à base de álcool para higienizar as mãos sempre que mudarem de procedimentos. 3. No momento do planeamento, os convidados deverão ser divididos atempadamente em grupos, compostos por família coabitantes ou próximas para a tradicional foto de família, evitando assim aglomerados, tanto nas fotos no final da cerimónia/local de culto, como na festa. 4. Sempre que possível dever-se-á dar prioridade ao exterior para este tipo de fotos e sem o uso de máscara dos intervenientes, à exceção do staff
  Limite de Horário Agosto se 2021

Limite de Horário Agosto se 2021

Artigo 13.º Horários - As atividades de comércio de retalho alimentar e não alimentar funcionam de acordo com o horário do respetivo licenciamento. 2 — Os demais estabelecimentos ou equipamentos que prestem serviços e estejam abertos ao público, nomeadamente os estabelecimentos de restauração e similares ou os equipamentos culturais e desportivos, funcionam de acordo com o horário do respetivo licenciamento, com o limite das 02:00 h, ficando excluído o acesso ao público para novas admissões a partir da 01:00 h.
2021  Babysitting de Crianças

2021  Babysitting de Crianças

I) Animação e babystting de crianças em festas/eventos 1. Os animadores e colaboradores de animação de eventos para crianças e jovens devem: a) Desinfetar as mãos com frequência; b) Utilizar máscara ou viseira durante as atividades; c) Desinfetar as mãos sempre que fazem atividades com crianças diferentes; d) Desinfetar o calçado que vão utilizar durante a festa ou utilizar meias. 2. No espaço onde as crianças vão efetuar as atividades é recomendado que estas e os adultos não entrem com sapatos, devendo utilizar apenas meias. 3. No espaço dedicado a atividades lúdicas recomenda-se: a) A opção por atividades em que não exista contacto físico entre as crianças, designadamente, a dança (individual), os jogos de mímica e da estátua, evitando-se dar abraços e as mãos; b) A desinfeção dos pincéis aquando das pinturas faciais, entre cada utilização, bem como das mãos, por parte dos animadores ou colaboradores; c) A utilização de uma esponja de pintura facial por criança, a qual deve ser totalmente desinfetada ou descartada após cada utilização; d) A distribuição de balões de modelar pelas crianças deve ser preferencialmente realizada no final das atividades, devendo cada um dos balões estar identificado com o nome da criança para não haver troca/partilha de balões; e) A desinfeção das mãos pelas crianças, antes da utilização de jogos de mesa, designadamente puzzles, UNO, legos, 4 em linha, Mikado e a desinfeção dos jogos utilizados, pelos animadores e colaboradores, após cada utilização; f) A desinfeção das mãos das crianças, antes de pegar no “pau” da pinhata, evitando que o lenço que cobre os olhos da criança seja partilhado com outras crianças. 4. No caso particular das pinturas faciais recomenda-se: a) Limpar ou pedir à criança para limpar a cara com toalhitas descartáveis antes de iniciar a pintura (de preferência toalhitas com pequena percentagem de álcool); b) Desinfetar os pincéis entre cada utilização, com álcool de 70.º; c) Utilizar uma esponja de pintura facial por criança, a qual deverá ser totalmente desinfetada ou descartada, após cada utilização; d) Optar por cotonetes de algodão descartáveis em vez de pincéis ou esponja aquando da pintura de lábios, zona do nariz e em redor dos olhos (zonas críticas). 5. Na utilização de espaços de jogo e recreio a vigilância deve-se assegurar que: a) A entrada das crianças se faça com meias; b) São desinfetados os equipamentos no ato da montagem e desmontagem, ou no início e fim da festa; c) São criados sistemas de rotatividade no uso do equipamento, consoante a sua dimensão, limitando o seu uso; d) Existe uma efetiva observação da atividade lúdica das crianças e a relação entre estas com o espaço disponível, de forma a manter os limites do distanciamento social; e) São desinfetadas as mãos das crianças antes e após a utilização dos equipamentos; f) Os karts a pedal, bicicletas, trotinetas são desinfetados entre utilizações.
2021 DJ Quintas&Catering 

2021 DJ Quintas&Catering 

Música em locais de culto e Festa 1. Na Cerimónia (Missa ou Registo Civil), sempre que atuem trios e/ou bandas recomenda-se: a) A Desinfeção dos equipamentos de som e microfone; b) A Desinfeção das mãos, antes e depois da cerimónia; c) O Uso de máscara por parte dos músicos com exceção dos que tocam instrumentos de sopro e o soprano; d) O Distanciamento social, com o mínimo de 2 metros entre os músicos e os participantes da cerimónia; e) O distanciamento social de 2 metros entre os músicos, o qual a ser respeitado dispensa a necessidade do uso de máscara por parte destes, desde que cumprido, também, o distanciamento a que se refere a alínea anterior. 2. No Cocktail, quando haja a presença de um instrumentista e/ou banda ou de um sistema de som com música ambiente recomenda-se: a) A Desinfeção dos equipamentos de som; b) A Desinfeção das mãos, antes e depois do cocktail; c) O Uso de máscara por parte do instrumentista(s) com à exceção do(s) vocalistas e instrumentista(s) de sopro; d) O Distanciamento social, entre os músicos e os participantes do cocktail com o mínimo de 2 metros; 3. No Jantar e Festa, quando haja a presença de um instrumentista e/ou banda, de um DJ, ou de um sistema de som com música ambiente recomenda-se:
a) A desinfeção dos equipamentos de som e microfone; b) A utilização, caso existam discursos, de um microfone por cada orador ou a desinfeção ou a colocação de uma película de proteção após cada uso do mesmo; c) A utilização de máscara ou viseira por parte do DJ; d) A desinfeção das mãos, antes, durante e depois do jantar e festa; e) O distanciamento social de 2 metros entre o DJ e os participantes da festa; f) A utilização de máscara pelos convidados da festa quando estiverem a circular;
Quintas & Catering

FAQ 2021 Eventos Familiares

A Exponoivos,  de acordo com a documentação até ao momento disponibilizada pelas entidades de saude e governamentais, elaborou um FAQ relativo às duvidas que nos têm chegado acerca da questão dos testes para Sars-Cov-2, no ambito dos eventos familiares.
A ultima Resolução do Conselho de Ministros, do dia 9 de Junho de 2021, e atualmente em vigor, no seu Artigo 6º determina o dever de realização de testes de diagnóstico de SARS -CoV -2, a ‘’quem pretenda assistir ou participar em eventos de natureza cultural, desportiva, corporativa ou familiar, designadamente casamentos e batizados, sempre que o número de participantes exceda o definido pela DGS para efeitos de testagem de participantes em eventos’’.
A DGS actualizou ontem, a norma 019/2020 referente a ‘’ COVID-19 Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2’’, onde estão definidos os moldes e contextos referentes à realização de testes nos eventos referidos, entre os quais casamentos e batizados.

A partir de quantas pessoas é nessecaria a Realização de Testes?
- sempre que o número de participantes seja superior 10.

Os testes são obrigatorios ou recomendados? 
-A realização de testes para acesso a eventos de natureza familiar, designadamente casamentos e batizados, é obrigatória, nos termos do n.º 3 e 4, do Art., 6º da Resolução do Conselho de Ministros n.º 74-A/2021, de 9 de junho.
O disposto nesta Resolução do Conselho de Ministros é concretizada na Orientação 19/2020, da Direção-Geral da Saúde.
Esta informação foi-nos confirmada através do Gabinete do Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.

De quem é a responsabilidade da realização dos testes?
— A responsabilidade pela realização de testes de diagnóstico de SARS -CoV -2, bem como pelos respetivos encargos, é do participante no evento ou do interessado em aceder ao local.

Este é um dos pontos que mais dúvidas tem suscitado. Ora, de acordo com o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, a testagem "é um dever" e "é um dever de quem organiza promover também essas testagens". Ou seja, os organizadores dos eventos são responsáveis por promover a testagem.

Embora os organizadores devam promover a testagem, o dever de a realizar é naturalmente do convidado. Contactado pelo Notícias ao Minuto a este respeito, o Gabinete da Presidência e da Modernização Administrativa esclarece que "passou a constituir um dever a realização obrigatória de testes de diagnóstico de SARS-CoV-2, (...) a quem pretenda assistir ou participar em eventos de natureza cultural, desportiva, corporativa ou familiar, designadamente casamentos e batizados (...). 

Os Vacinados realizam testes? 

Se já completou o esquema vacinal contra a Covid-19, poderá emitir o Certificado Digital (pode fazê-lo ao clicar aqui)fica dispensado de fazer teste para ir a um evento familiar. 

Em Decreto publicado no Diário da República no dia 25 de junho, relativo ao Certificado Digital COVID da UE, o Governo previu que a "apresentação de Certificado Digital COVID da UE dispensa a apresentação de comprovativo de realização de teste para despiste da infeção por SARS-CoV-2, nos casos em que esta seja exigida para assistir ou participar em eventos de natureza cultural, desportiva, corporativa ou familiar, designadamente casamentos e batizados". 

https://www.sns24.gov.pt/certificado-digital-covid/#aceder
Decreto-Lei n.º 54/2021 25 06 2021

Quem esta isento da  realizaçã de testes? 
- Indivíduos com histórico de infeção, confirmada laboratorialmente, nos últimos 90 dias, exceto casos de alto risco (com contato de caso confirmado) e situações de imunodepressão.

Que tipo de testes poderão ser realizados? 

De acordo com a norma de testagem da DGS, são válidos os seguintes testes: 

  • Teste rápido de antigénio (TRAg), realizado 48h antes do início do evento;
  • Teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste (colheita nasal), no
    próprio dia e no local do evento e sob supervisão de um profissional da
    entidade ou estabelecimento;
  • Teste de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), tais como RT-PCR, RT-PCR em tempo real ou teste molecular rápido, até 72h antes do evento.
Vale recordar, cada utente pode fazer quatro testes rápidos por mês comparticipados pelo Estado. Ainda assim, há exceções: a comparticipação não se aplica a utentes com certificado de vacinação, nem aos que tenham recuperado da Covid-19.

https://dre.pt/application/conteudo/166158054

As crianças realizam testes?
Não, até aos 12 Anos. Decreto-Lei n.º 54/2021 Diário da República n.º 122/2021,: Artigo 11.º Menores de 12 anos Os menores de 12 anos estão dispensados da apresentação de Certificado Digital COVID da UE ou de comprovativo da realização de teste para despiste da infeção por SARS -CoV -2 para efeitos das utilizações reguladas na presente secção.

A presença de um profissional de saude é obrigatório? 

- Não. Essa questão colocava-se relativamente à opção pelos autotestes no local do evento, no entanto, a norma foi atualizada no dia 22 de Junho, e refere agora:
''- Teste rápido de antigénio na modalidade de autoteste (colheita nasal), no próprio dia e no local do evento e sob supervisão de um profissional da entidade ou estabelecimento;''

Os Resultados dos testes deverão ser registados? 

- Não. O dever de realização de testes não prejudica o direito à proteção individual de dados, sendo expressamente proibido o registo do resultado do teste associado à identidade da pessoa, salvo com expressa autorização da mesma.

Os testes deverão ficar na posse de cada um dos participantes até ao final do evento, como comprovativo individual da sua realização e para uma eventual fiscalização.

O que fazer em caso de teste positivo?

Os resultados positivos devem ser confirmados por TAAN (teste PCR), realizado no prazo de 24h, de forma a garantir a implementação de medidas de Saúde Pública adequadas, assumindo-se o resultado obtido no PCR como válido.

Os Casos positivos pocerã permanecer no local do evento?

- Não deverão. Esta informação está contemplada na actual Resolução

O acesso pode ser impedido sempre que:

  1. a) Exista recusa na realização de teste;
  2. b) Não seja apresentado comprovativo de resultado negativo de teste laboratorial para despiste do SARS -CoV -2, realizado nos termos das orientações específicas da DGS;
  3. c) Se verifique um resultado positivo no teste realizado.

Tive Covid há menos de seis meses, preciso de fazer teste? 

A lógica é a mesma do ponto anterior. Se esteve infetado com o SARS-CoV-2 nos últimos seis meses, pode emitir o Certificado Digital e não precisa, então, de fazer teste.


Quem fiscaliza o cumprimento das regras nos locais e respectivos eventos.

A actual resolução determina às forças e serviços de segurança, à ASAE e à Autoridade para as Condições do Trabalho, as ações de fiscalização do cumprimento do disposto na resolução, seja na via pública, nos estabelecimentos comerciais e de restauração ou em locais de trabalho.

A desobediência e a resistência às ordens legítimas das entidades competentes, quando praticadas durante a vigência da situação de calamidade e em violação do disposto na actual resolução, constituem crime e são sancionadas nos termos da lei penal.

Qual o valor da multa em caso de não realização do teste?

O Ministério Presidência e da Modernização Administrativa remete a questão para o mesmo Decreto-lei referido na anterior questão. O diploma prevê que as contraordenações sejam "sancionadas com coima de (euro) 100 a (euro) 500, no caso de pessoas singulares, e de (euro) 1000 a (euro) 10 000, no caso de pessoas coletivas". 

 Perante o aumento de casos COVID-19, tendo por consequência aumento de óbitos e internamentos, e com os especialistas antecipar a possibilidade de uma nova vaga, vale a pena apelar que nao se facilite e que sejam cumpridas todas as regras sanitarias de saúde recomendadas. É importante que seja mantido o foco, e juntos vencer esta pandemia. queremos fazer eventos em consciência e segurança, queremos salvaguardar a saude dos nossos familiares e amigos, queremos viver, sem duvida!

Faremos cada um o nosso papel. 

 FAQ do Certificado Digital COVID da UE:

https://www.sns24.gov.pt/servico/obter-certificado-digital-covid-da-ue/#sec-5

Norma DGS:

https://www.dgs.pt/normas-orientacoes-e-informacoes/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0192020-de-26102020-pdf.aspx

Resolução CM:

https://dre.pt/application/conteudo/164955319

F
AQ agradecimento a EXPONOIVOS

reeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.jpg
images.jpg
Quintas & Catering © 2019 Copyright. Website elaborado por Emanuel Tinoco